Como Plantar Orquídeas

orquidea

Veja passo a passo para acomodar sua muda

Quando vemos lindos vasos com flores de orquídeas podemos pensar que é difícil  começar a criá-las, mas plantar essa espécie na verdade é muito simples. Como a maioria das orquídeas já vem plantada ou é vendida em pequenas mudas -- a partir da brotação do rizoma --, a explicação a seguir pode ser usada com uma nova planta ou também para transplantes. Nesse último caso é preciso apenas ter o cuidado de separar as novas mudas (3 pseudobulbos em cada) e lavar as raízes em água corrente, eliminando as que estiverem mortas.

1- Escolha o vaso onde sua orquídea ficará, lembrando que ele não deve ser muito grande, para evitar excesso de umidade no substrato que pode levar ao apodrecimento das raízes. Para garantir que não escolheu um vaso pequeno demais veja se ele tem profundidade no mínimo dois dedos maior que os pseudobulbos.  Vasos de plástico podem ser usados, mas o mais indicado é utilizar um de barro ou fibra de coco, por absorverem mais água.

2- Forre o fundo do vaso com algum material que absorva água, para auxiliar na drenagem, como argila expandida ou brita.

3- Adicione o substrato escolhido, que deve estar um pouco úmido, deixando espaço para colocar a muda.

4- Posicione a muda no vaso, dando preferência às laterais e complete com o restante do substrato, comprimindo-o levemente, sem cobrir o rizoma. Nesta etapa é importante observar de qual lado estão nascendo os brotos: a parte contrária é considerada a "parte de trás", que deverá ficar encostada no vaso para maior sustentação.

5- Evite adubar a orquídea recém-plantada até que ela tenha "pegado" e tome cuidado com excessos de Sol e água.

Em dúvida sobre qual substrato usar? Então não perca o texto da semana que vem, onde falaremos um pouco mais sobre os principais substratos para orquídeas como fibra de coco, casca de pinus e carvão.

Comentários